Seja bem vindo a nova loja da Star Fountain Pen!
Esgotado

Caneta Tinteiro Conklin 50 Crescent Filler Preta

R$1.660,00
Compartilhar

Modelo: Conklin – 50 – Crescent Filler

Pena: Média, de ouro 14 quilates, com 0,8mm de larguira no irídio, onde está gravado “Conklin – Toledo – USA”

Tamanho: 144mm de comprimento e 14mm de diâmetro no anel da tampa

Estado: Caneta em um excelente estado de conservação e funcionamento

Sem caixa

Rara Caneta Tinteiro Conklin 50 Crescent Filler, toda em ebonite na cor preta, com um padrão ondulado, conhecida como BRHR (Black Ripple Hard Rubber). Fabricada nos Estados Unidos, cerca 1920. Tampa banhada a ouro, onde, no anel está gravado “14 KI.5”. Na meia-lua banhada a ouro, está gravado em um dos lados “Conklin” e do outro lado “Reg. U.S – Crescent – Pat. Off”. No clipe, também banhado a ouro, está gravado “Conklin – Pat. May – 28 – 1918”. Este clipe é centralmente articulado, e sua ação se dá com o acionamento de sua parte superior. Na extremidade do corpo estão gravados “TRADE MARK 50”.

Na virada do século XX, mais precisamente em 1903, a Conklin Pen Company iniciou a produção da primeira caneta, com absoluto sucesso comercial, que contava com um sistema de enchimento automático (self-filling), conhecido como Crescent Filler, uma vez que esse mecanismo de enchimento é parecido com uma meia-lua. O sistema é simples: apenas uma meia-lua metálica instalada no corpo da caneta, em conjunção com um anel rotativo, com uma abertura de 30º e giro máximo de 90º, tanto para a esquerda quanto para a direita. Quando a abertura desse anel encontra a meia-lua, gera, pelo acionamento da mesma, pressão em um saco de borracha, que suga a tinta para o interior desse saco. Após o enchimento da caneta, o anel é girado para a esquerda ou direita, de forma a evitar que a meia-lua seja acionada indevidamente, prevenindo acidentes. O grande promotor desse sistema foi o legendário autor Mark Twain, que nas propagandas da Conklin, em uma tradução livre, dizia: “Eu a prefiro a 10 outras canetas, porque ela carrega o alimentador de tinta em seu interior. Também eu a prefiro porque ela é econômica e não pode rolar e cair da escrivaninha”.